Anas Estrelas


Maldito o dia em que tomei aquela Vodka



Eu te desejo noites sem dormir
Te desejo olhos inchados
Te desejo o NÓ na garganta que sufoca o tempo todo em qualquer lugar
até na praia num dia de sol.
Te desejo a consciência dos sonhos mortos
Te desejo vergonha
Arrependimento
Desejo que vc nunca consiga entender como foi que de repente aquele monte de viagens
de festas, de férias, de filhos e netos, de natais e carnavais
foi parar no lixo.
Desejo que vc nunca se esqueça do futuro que poderia ter sido
Desejo a angústia de nunca mais estar lá - no futuro- pra ter a certeza.

Desejo que vc não tenha com quem conversar certas coisas
Pelomenos não por enquanto.

E por fim
Eu te desejo uma solidão corrosiva - ainda que momentânea
que nem todos os beijos e sorrisos do mundo poderiam aquietar.
A não ser que fossem meus...

Escrito por Carol Estrela às 18h11
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]


 
Histórico
  15/02/2009 a 21/02/2009
  10/08/2008 a 16/08/2008
  23/09/2007 a 29/09/2007
  15/07/2007 a 21/07/2007
  01/07/2007 a 07/07/2007
  06/05/2007 a 12/05/2007
  24/12/2006 a 30/12/2006
  10/12/2006 a 16/12/2006
  19/11/2006 a 25/11/2006
  05/11/2006 a 11/11/2006
  15/10/2006 a 21/10/2006
  20/08/2006 a 26/08/2006
  30/07/2006 a 05/08/2006
  25/06/2006 a 01/07/2006
  05/03/2006 a 11/03/2006
  29/01/2006 a 04/02/2006
  11/12/2005 a 17/12/2005
  04/12/2005 a 10/12/2005


Categorias
  Todas as Categiorias
  diário
Outros sites
  Por uma vida menos ordinária
  Tarja Preta
Votação
  Dê uma nota para meu blog