Anas Estrelas


Ciclo. Ou: Início. Ou: Ameaço. (Ou: Descompasso)



No claro do dia me calo e me ouço. Espero.
Suspiro, soluço e engasgo com o almoço.
Transponho a tarde. Me mostro.
E na escuridão me troco, me viro do avesso.
Sufoco esse da noite, que nem sequer mereço.
Mas caço. E acho.
E me perco, me parto em pedaços.
Explodo.
Engano o cansaço. Num salto me solto.
Invento um som, uma forma, um passo.
Percebo o espelho, me assusto com o soco.
Me despeço dos sonhos, junto os cascos.
E sei o que eu sinto: a solidão é um saco.
E sem sofrer mais que necessito,
me desamasso.


Eta vida besta, meu deus.

Ou:

E a poesia desse momento inunda minha vida inteira.

Escrito por Carol Estrela às 14h45
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]


 
Histórico
  15/02/2009 a 21/02/2009
  10/08/2008 a 16/08/2008
  23/09/2007 a 29/09/2007
  15/07/2007 a 21/07/2007
  01/07/2007 a 07/07/2007
  06/05/2007 a 12/05/2007
  24/12/2006 a 30/12/2006
  10/12/2006 a 16/12/2006
  19/11/2006 a 25/11/2006
  05/11/2006 a 11/11/2006
  15/10/2006 a 21/10/2006
  20/08/2006 a 26/08/2006
  30/07/2006 a 05/08/2006
  25/06/2006 a 01/07/2006
  05/03/2006 a 11/03/2006
  29/01/2006 a 04/02/2006
  11/12/2005 a 17/12/2005
  04/12/2005 a 10/12/2005


Categorias
  Todas as Categiorias
  diário
Outros sites
  Por uma vida menos ordinária
  Tarja Preta
Votação
  Dê uma nota para meu blog